Cadastre-se no Vale Mais Saúde™
Enxaqueca
VOLTAR

O QUE É A DOENÇA DE PARKINSON



A Doença de Parkinson é uma doença degenerativa, crônica e progressiva do sistema nervoso central.¹ Ela afeta os movimentos, causando tremores, lentidão, rigidez muscular e desequilíbrio, além de alterações na fala e na escrita.²   

É causada por uma diminuição intensa ou degeneração da produção de algumas células, uma pequena região do cérebro chamada de “substância negra”. Essas células produzem a substância dopamina, que é um neurotransmissor que conduz os estímulos entre as células do cérebro, os neurônios. A falta ou diminuição da dopamina afeta os movimentos provocando os sintomas descritos.² 

A Doença de Parkinson se desenvolve geralmente em pessoas com idade acima dos 50 anos e conforme avança compromete o sistema nervoso, afetando a funcionalidade e autonomia de movimentos voluntários. Os movimentos voluntários são os que ocorrem sem precisarmos pensar na sua ação, ocorrem como de maneira automática. Para controlar os sintomas, são utilizados medicamentos que ajudam a repor a dopamina e outras substâncias necessárias para a estimulação nervosa e controle dos movimentos. 

Atualmente, mais de 10 milhões de pessoas vivem com a Doença de Parkinson, fazendo com que seja a segunda doença neurodegenerativa mais comum em todo o mundo, ficando atrás somente da Doença de Alzheimer.³  

A Doença de Parkinson possui um grande impacto na vida do paciente e na de quem o acompanha, no caso de dúvidas ou mais informações sobre a patologia, procure um médico ou especialista. 

 

Referências:  

1. https://www.einstein.br/doencas-sintomas/parkinson Último acesso em 13 de dezembro de 2021  

2. Biblioteca Virtual em Saúde – Ministério da Saúde. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/doenca-de-parkinson/ Último acesso em 10 de dezembro de 2021 

3. https://www.informasus.ufscar.br/parkinson-conheca-mais-sobre-esta-doenca-que-vai-alem-dos-tremores/ Último acesso em 14 de dezembro de 2021 


Antibióticos são substâncias capazes de eliminar ou impedir a multiplicação de bactérias, por isso são usados no tratamento de infecções bacterianas. Sua descoberta revolucionou a história da medicina, pois anteriormente muitas pessoas morriam em decorrência de diversos tipos de infecções. Atualmente, porém, o uso indiscriminado de antibióticos vem fazendo com que as bactérias se tornem resistentes aos tratamentos, gerando um grave problema no mundo todo.1


Eles atacam somente as bactérias, sem causar danos às demais células do organismo. Sua função consiste em interromper ou acabar com a multiplicação de bactérias no corpo.2


Esse tipo de medicamento pode ser dividido em:3

  • Bactericidas: capazes de matar ou causar danos irreversíveis às bactérias;
  • Bacteriostáticos: capazes de interromper a reprodução e crescimento das bactérias sem destruí-las imediatamente.

A penicilina é o bactericida mais usado no mundo e foi o primeiro antibiótico a ser descoberto, em 1928. Devido ao mal uso desse medicamento, em 2010, o governo brasileiro criou leis para limitar o acesso aos antibióticos. A partir disso, sua venda passou a ser autorizada somente mediante receita médica.¹


Além da penicilina, os antibióticos mais comuns usados em tratamentos são:

  • Aminoglicosídeos - utilizado no tratamento de infecções mais graves;2
  • Cefalosporinas - frequentemente prescritas para tratar as seguintes doenças: infecções de pele, partes moles, faringite estreptocócica, infecção urinária e profilaxia de várias cirurgias;4
  • Glicopeptídeos - usadas no tratamento de doenças mais persistentes em pacientes em estado grave, como no tratamento da Pneumonia ou Sífilis;2
  • Polipeptídicos - usados para tratar infecções oculares;2
  • Quinolonas - usadas no tratamento de Infecções Urinárias recorrentes, Gonorreia, Diarreia Bacteriana, entre outras.2

O uso indiscriminado desse tipo de medicamento ocorre quando ele é usado para tratar infecções que não são causadas por bactérias, é tomado em doses incorretas, ou quando o tempo de tratamento não é cumprido.1


Por fim, é indispensável a orientação de um profissional da saúde quanto ao uso correto dos antibióticos. 




Referências: 


1. https://bvsms.saude.gov.br/uso-correto-de-antibioticos/#:~:text=Antibi%C3%B3ticos%20s%C3%A3o%20subst%C3%A2ncias%20capazes%20de,de%20diversos%20tipos%20de%20infec%C3%A7%C3%B5es Último acesso em 18 de julho de 2022.


2. https://www.hipolabor.com.br/blog/hipolabor-explica-como-funcionam-os-antibioticos/ Último acesso em 18 de julho de 2022.


3. https://tnsnano.com/chem/bactericida-vs-bacteriostatico/ Último acesso em 18 de julho de 2022.


4. https://www.sanarsaude.com/blog/amp/cefalosporinas-artigo-farmacia-tudo-que-voce-precisa-saber Último acesso em 18 de julho de 2022.



Saiba porque é importante seguir as orientações médicas quanto ao uso de antibióticos.

Antibióticos são medicamentos usados para tratar infecções causadas por bactérias. Seu mau uso pode levar a uma resistência da bactéria, dificultando o tratamento.